Casa das Rosas realiza curso sobre literaturas africanas francófonas

A Casa das Rosas realiza, dias 4 e 11 de agosto, das 15h às 19h, o curso “Introdução às Literaturas Africanas Francófonas”. As inscrições estão abertas e podem ser feitas AQUI.

Este curso intensivo partirá da produção literária africana francófona sob a colonização francesa e belga para chegar à produção pós-1960, no contexto das independências. As aulas contarão com a participação especial de Olga Fernández, que fará leituras dramatizadas dos textos abordados.

É necessário confirmar a inscrição frequentando a primeira aula de cada curso. Faltar na primeira aula implica o desligamento automático do aluno.

Fernanda Murad Machado é professora na Universidade Federal do ABC e doutora em Literatura e Língua Francesa pela Université Paris IV-Sorbonne. Em 2012-2015, elaborou, no âmbito de um pós-doutorado na Universidade de São Paulo, com apoio da FAPESP, a antologia “Estórias da África subsaariana: dos contos da literatura oral às novelas contemporâneas”, composta de 17 textos de escritores francófonos que apresentou e traduziu para o português. É autora do livro L’univers fabuleux d’Amadou Hampâté Bâ. D’une relation singulière entre l’écrivain et son lecteur, publicado pela editora Presses de l’Université Paris-Sorbonne, em 2014.

Olga Fernández é atriz e pesquisadora. Com formação teatral pela CAL-Rio de Janeiro e cinematográfica pelo Instituto del Cine de Madri, participou de coletivos teatrais e experiências com cinema em ambas cidades. É professora das duas linguagens artísticas, e investiga conexões entre elas em doutorado na ECA-USP, onde também integra o Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade (LITS), sob coordenação de Sérgio de Carvalho. Tem especial interesse no trabalho com a palavra, e é professora de interpretação e preparadora vocal, com foco numa condução que integra voz e corpo. Desde 2017 vem realizando essa parceria em que faz leituras em voz alta de textos literários que entremeiam as aulas de Fernanda Murad Machado.
Fonte: Casa das Rosas