Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida celebram o 35º Bloomsday

A Casa Guilherme de Almeida e a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura celebrarão o 35º Bloomsday em São Paulo. O evento, que é tradicionalmente realizado em diversos países, dedicado à obra do escritor irlandês James Joyce, desta vez acontecerá na cidade de São Paulo em dois dias, 15 e 16 de junho, com uma programação especial em 2022 一 ano em que se completam 100 anos do lançamento do romance mais famoso do autor, Ulysses.

O Bloomsday paulistano é o mais longevo evento literário da cidade e foi criado por Haroldo de Campos e Munira Mutran em 1988, influenciando eventos em diversas outras partes do Brasil. Sua 35ª edição adotará o tema “Coletivo Joyce”, para mostrar a representação polifônica da vida e da humanidade criada por esse escritor, cuja obra transcende os limites do indivíduo inserido em seu espaço e em seu tempo, para alcançar o universal e o eterno.

O evento será aberto pela Casa Guilherme de Almeida, no dia 15, a partir das 16h, com palestra on-line de Marcelo Tápia, diretor da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, sobre o sexto episódio de Ulysses, o “Hades”, relacionando-o com o Canto XI da Odisseia de Homero. A atividade será transmitida pelo canal de YouTube do museu

Em seguida, a Casa Guilherme de Almeida, em parceria com o Consulado Geral da Irlanda, oferecerá, presencialmente, a exibição do filme inédito no Brasil, 100 anos de Ulysses, produzido na Irlanda pelos canais RTÉ e ARTE, além de um programa com falas de representantes da comunidade irlandesa em São Paulo e uma apresentação musical preparada pelo Consulado. A ação será realizada na Sala Cinematographos, no Anexo do museu, com vagas a serem preenchidas por ordem de inscrição realizada no link. 

No Dia de Bloom, 16 de junho, data escolhida para lembrar James Joyce mundialmente, pois é o dia em que se passa a narrativa do romance Ulysses, no qual o personagem central Leopold Bloom perambula por Dublin, em 1904a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura realiza a tradicional programação em celebração à obra de Joyce. A partir das 17h, no jardim do museu, em frente ao Café da Casa, o público poderá desfrutar das opções de comes inspirados na culinária irlandesa.

Diferentemente dos anos anteriores, em que o programa focalizava um episódio de Ulysses, o evento deste ano apresentará leituras de fragmentos de diversos capítulos do romance para mostrar a sua diversidade.

O evento também terá lançamentos de novas edições de obras do romancista, performances (com participação da atriz Bete Coelho), e apresentações de músicas e danças irlandesas, além de evocar ressonâncias da obra de Joyce na criação de escritores brasileiros, entre eles Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Guimarães Rosa, Haroldo de Campos e Clarice Lispector 一 no ano do centenário da Semana de Arte Moderna de 22. A ação é gratuita e, acontecerá no jardim da Casa das Rosas, sem inscrição prévia.

James Joyce, que hoje é considerado, em todo o mundo, um dos maiores escritores do século XX, inicialmente teve suas obras duramente criticadas e censuradas. O romance Ulysses (1922) acabou sendo proibido, à época, nos Estados Unidos e na Inglaterra, por ser julgado imoral pelas autoridades.

SERVIÇO

CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Palestra sobre um episódio de Ulysses de James Joyce

Por Marcelo Tápia.

Quarta-feira, 15 de junho, às 16h.

A atividade será transmitida pelo canal de YouTube do museu.

Filme: “100 anos de Ulysses”

Quarta-feira, 15 de junho, às 18h.

As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição, que deve ser feita por meio deste link.

A atividade será realizada na Sala Cinematographos, no Anexo da Casa Guilherme de Almeida. Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 — Pacaembu, São Paulo.

Museu – R. Macapá, 187 – Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943 — Sumaré, São Paulo/SP
Tel.: 11 3673-1883 | 3803-8525 | 3672-1391 | 3868-4128
Agende sua visita e confira as medidas de segurança para se proteger da Covid-19 pelo site do museu.
Algumas atividades continuam on-line e com programação pelos sites do museu ou +Cultura
Acessibilidade: rampa de acesso, elevador, piso podotátil e banheiro adaptado; videoguia em Libras e réplicas táteis.
Programação gratuita

CASA DAS ROSAS

Lançamento de livros

Quinta-feira, 16 de junho, às 17h.

– Finnegans Rivolta — organização de Dirce Waltrick do Amarante (Editora Iluminuras)

– Finnicius Revém — tradução de Donaldo Schüler (Ateliê Editorial)

– James Joyce — Outra poesia, de Vitor Alevato do Amaral (Syrinx Editora)

– Ulysses — tradução de Caetano W. Galindo (nova edição, Companhia das Letras)

O lançamento acontecerá no jardim da Casa das Rosas.

Endereço: Av. Paulista, 37 — Bela Vista, São Paulo.

Não há necessidade de inscrição.

Apresentações

Quinta-feira, 16 de junho, às 18h.

– Abertura: Marcelo Tápia

– Saudação de Rachel Fitzpatrick, vice-cônsul da Irlanda no Brasil

– O Bloomsday e sua história no Finnegan’s Pub: homenagem ao taberneiro Mário Fuchs

– Leitura da tradução ao inglês do poema “Enjoycíada”, de Marcelo Tápia — por Rodrigo Bravo

– Evocação de Homero: performance sobre fragmento do Canto XI da Odisseia), em tradução de Marcelo Tápia, pelo tradutor

– Sobre a tradução coletiva Ulisses a 18 vozes, a ser lançada em setembro, e a reedição de Finnicius Revém (tradução de Donaldo Schüler) — por Henrique Xavier

– Leitura de fragmentos dos capítulos 1 e 12 de Ulisses a 18 vozes, por Aurora Bernardini e Henrique Xavier

– Uma canção de Ulysses, por Marcelo Tápia

– Evocação de Haroldo de Campos — Ressonâncias da obra de Joyce em autores brasileiros: Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Guimarães Rosa, Décio Pignatari, João Ubaldo Ribeiro, Clarice Lispector, Haroldo de Campos e Paulo Leminski — por Reynaldo Damazio, Julio Mendonça, Geruza Zelnys e Donny Correia

– Apresentação musical: Edvaldo Santana

– Sobre a tradução de Ulysses em nova edição — pelo tradutor Caetano W. Galindo (em vídeo)

– Trecho do monólogo de Molly Bloom, em tradução de Caetano W. Galindo — por Bete Coelho

– Sobre o livro James Joyce — Outra poesia, pelo tradutor Vitor Alevato do Amaral

– Apresentação musical: Cid Campos

– Sobre a tradução coletiva Finnegans Rivolta — por Dirce Waltrick do Amarante (em vídeo)

– Leitura de fragmento de Finnegans Wake — por John Milton (em inglês) e por Vitor Alevato do Amaral (em português)

– Apresentação de música e dança irlandesas tradicionais — por Tunas Celtic Band e Letícia Pires

A atividade acontecerá no jardim da Casa das Rosas.

Endereço: Av. Paulista, 37 — Bela Vista, São Paulo.

Não há necessidade de inscrição.

A Casa das Rosas está passando por restauro. O telefone atual para contato é do Anexo da Casa Guilherme de Almeida: 11 3673-1883 | 3803-8525; ou pelo e-mail contato@casadasrosas.org.br
Jardim do museu aberto de segunda a domingo, das 7h às 22h
Programação gratuita

 Fonte: Poiesis