Campo de atuação em museologia é mais vasto do que parece

Para muita gente, o exercício da atividade de museológico está restrito aos museus. Engana-se quem pensa assim. O campo de atuação é bem mais amplo do que parece. Atualmente existem cerca de 5 mil profissionais em atividade no país. Os salários variam de R$ 2 mil a R$ 5 mil.

Museologos área atuação

Além dos museu públicos e privados, que absorvem grande parte da mão de obra, esses profissionais podem atuar ainda em secretarias de cultura, centros culturais, órgãos ligados à preservação do patrimônio histórico, empresas que possuem centros de memórias, na catalogação de coleções particulares e nos ateliês de artistas plásticos contemporâneos. Há espaço para eles inclusive na organização de acervos teatros e redes de TVs.

— Qualquer instituição, órgão ou lugar que trabalhe com acervo demanda do trabalho do museológico, que não está restrito aos museus. O campo é vasto — afirma o professor de museologia da Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio), Ivan Coelho, que cobra a valorização da profissão pelo poder público.

O professor, que é também decano do Centro de Ciências Humanas da universidade, diz que quem trabalha nesta área precisa gostar de história, arte, antropologia e sociologia. O curso da Uni-Rio é o mais antigo do país.Existe há mais de oito décadas.

A profissão, regulamentada desde 1984, cresceu em importância na última década e meia, com o surgimento de uma política nacional de museus. Entretanto, Ivan Coelho lamenta que em épocas de crise a cultura é o primeiro setor afetado e os museus são os primeiros a sofrer os efeitos dela.

Fonte: Globo Extra