Campanha de financiamento coletivo Sabores do Afeto: cultura trentina-tirolesa objetiva arrecadar R$ 20 mil

As comunidades típicas trentina-tirolesas de Santana e Santa Olímpia, localizadas em bairros rurais de Piracicaba, no interior de São Paulo, são constituídas por descendentes de imigrantes da região de Tirol, Província Autônoma de Trento.

Para proporcionar interação entre gerações e aproximar o saber fazer dos nonos e nonas das crianças e jovens da comunidade escolar, possibilitando, por meio da transmissão do conhecimento, a proteção, o reconhecimento e a promoção da cultura tradicional típica, foi lançada a campanha de financiamento coletivo “Sabores do Afeto: cultura trentina-tirolesa”. O objetivo é arrecadar R$ 20 mil, veja como contribuir clicando aqui.

A campanha funciona da seguinte forma: a cada R$ 1 arrecadado, o Fundo Todo Cuidado Conta irá colocar mais R$ 1, duplicando a arrecadação. Com isso, para cada Real investido pelos benfeitores, o Fundo investe outro. Para cada valor de colaboração, uma recompensa será feita com muito carinho para quem colaborar. Se a meta não for batida, o dinheiro volta para quem colaborou.

O projeto visa a integrar os estudantes da Escola Estadual Dr. Samuel de Castro Neves, que atende aos dois bairros típicos, aos idosos que também ali residem. Por meio de gravação de vídeos com os envolvidos, serão registradas receitas típicas da culinária, além do dialeto e das tradições que estão integradas ao modo de vida dessas comunidades. Além do conteúdo audiovisual, serão desenvolvidas pesquisas de campo com os alunos, nonos e nonas, bem como a elaboração de material educativo e encontros intergerações mediados por arte-educadores.

O conteúdo gravado do saber fazer transmitido dos mais velhos para os mais jovens, além do mecanismo de registro e da salvaguarda, será disponibilizado em plataforma digital, gratuito e permanente, para acesso ao público. Assim, essa promoção também possibilitará que mais pessoas tenham acesso ao aprendizado e à vivência cultural juntos às comunidades, mesmo que no mundo virtual.

A meta batida proporcionará a produção de dez vídeos com receitas típicas; encontro entre gerações, com envolvimento da escola que atende aos dois bairros; pesquisa de campo realizada pelos estudantes; material educativo para distribuição na escola; encontro interativo com os idosos das duas comunidades.

Uma segunda meta, no valor de R$ 50 mil proporcionará mais seis vídeos; material educativo para as comunidades; tradutor de libras para os 16 vídeos; redes sociais; brindes para estudantes; 04 encontros interativos com os idosos das duas comunidades e 04 encontros interativos entre crianças e os idosos.


Fundadas por antigos colonos que vieram ao Brasil para trabalhar no cultivo do café, do algodão e da cana-de-açúcar, as comunidades mantém viva a memória, tradição e cultura dos pioneiros, por meio do folclore, dança, culinária e dialeto, e resguardam cotidianamente os costumes, os pratos típicos e as manifestações culturais, como forma de preservar a unidade familiar e comunitária.

Cultivando tradicionais hábitos de pequenas e antigas cidades interioranas, onde o modo de viver é tranquilo e aprazível no dia a dia, realizam programações culturais durante todo o ano, reforçando suas origens e divulgando sua cultura por meio de atividades festivas gastronômicas, festas religiosas, grupos folclóricos, corais, artesanato típico, grupo teatral e bandas musicais. 

Fonte: Benfeitoria