Av. Paulista vai ganhar mais um centro cultural

Obras da nova sede do Instituto Moreira Salles devem começar ainda neste semestre entre as Ruas Bela Cintra e Consolação

Em três anos, a Avenida Paulista ganhará mais um centro cultural. Conhecido por guardar desde 1992 um rico acervo de fotografia, artes plásticas, música e literatura, o Instituto Moreira Salles (IMS) terá sua sede paulistana na mais famosa avenida da cidade, entre as Ruas Bela Cintra e Consolação. O novo espaço terá três andares para exposições, um cinema, um restaurante e um café.

N5 Av.Paulista
Divulgação
Escada rolante de 15 metros vai terminar no que o arquiteto chama de ‘térreo elevado’

Entidade sem fins lucrativos, o IMS tem hoje três centros culturais: em São Paulo, no Rio e em Poços de Caldas (MG). Na capital paulista, entretanto, o endereço em Higienópolis é um tanto acanhado: tem uma galeria de cerca de 240 metros quadrados, ante 1,2 mil metros quadrados destinados à função no novo prédio. “O terreno já era do instituto desde 2003. Há alguns anos estávamos planejando essa construção”, explica Flávio Pinheiro, superintendente do IMS. Nesse entretempo, funcionava um estacionamento no local.

Concurso.
Em 2011 foi lançado um concurso para eleger o melhor projeto arquitetônico. “Queríamos arquitetos brasileiros, mas que ainda não fossem medalhões”, diz Pinheiro. “A ideia era privilegiar a nova arquitetura brasileira que está surgindo e é muito interessante.” Levou a melhor o escritório Andrade Morettin Arquitetos.

Após anos em que as poucas pedras de construção na Paulista eram os seixos rolados colocados nas floreiras dos edifícios, esta não deve ser a única obra em andamento na avenida. Houve um boom imobiliário nos anos 1980 e duas décadas praticamente sem novidades – exceções são o Condomínio CYK (inaugurado em 2003) e a Torre João Salem (de 2009). Agora, há quatro empreendimentos sendo erguidos na avenida.

Continue lendo

Fonte: O Estado de S.Paulo