Artista plástico Marcelo Grassmann morre aos 87 anos em São Paulo

Gravurista nascido em São Simão (SP) morreu por insuficiência pulmonar.
Corpo foi cremado na tarde deste sábado (22) em São Paulo.

O corpo do artista plástico Marcelo Grassmann foi cremado às 15h deste sábado (22) no Crematório Dr. Jayme Augusto Lopes, da Vila Alpina, em São Paulo. Reconhecido internacionalmente, o gravurista de São Simão (SP) morreu aos 87 anos na madrugada de sexta-feira (21) por insuficiência pulmonar, segundo informações do Hospital Samaritano, local em que ficou internado por 11 dias. A Prefeitura de São Simão decretou luto oficial de três dias contados a partir deste sábado.

Embora tenha nascido no interior de São Paulo, Grassmann vivia na capital. Segundo o departamento de comunicação do hospital, o óbito foi confirmado às 2h, dois dias depois que os médicos observaram um agravamento no quadro clínico do artista.

A diretora do Departamento de Educação, Cultura, Esporte e Turismo (Decet) de São Simão, Meire Aparecida Pedersolli, informou que a Prefeitura foi notificada oficialmente sobre a morte na noite de sexta-feira. De acordo com Meire, a cidade-natal do artista plástico pretende realizar, em setembro deste ano, a Semana Cultural “Marcelo Grassmann”. “Marcelo para nós é um ilustre filho premiado internacionalmente. Ele sempre fez questão de ressalvar que era simonense. Isso nos orgulha”, afirmou.

Segundo ela, um centro cultural do município que hoje leva o nome do gravurista abriga xilogravuras originais que marcaram a primeira fase da produção de Grassmann. “O nosso centro cultural doado pela família dele abriga as PAs [provas de artista] da primeira fase dele. É uma honra termos esse acervo.”

 

capturar copy 1

O artista plástico Marcelo Grassmann morreu aos 87 anos (Foto: Reprodução/EPTV)

Fonte: G1