A eloquente rede dos museus: perseverança e compromisso

Este é o título do artigo inédito de Luiz Palma que inaugura um novo espaço de reflexão e debate que o Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP) cria, em sua plataforma virtual, como resposta aos desafios das atuais circunstâncias, propondo-se, assim, a intensificar a produção de conteúdos que, em essência, reflitam sobre o lugar dos museus no mundo contemporâneo e, em especial, nestes tempos em que as restrições à convivência social impostas pela pandemia aceleram as trocas e interações pelos meios digitais.

Nesse diapasão, estaremos publicando artigos inéditos de autores convidados que versarão sobre a relevância dos fazeres museológicos que aliam teoria e práxis para salvaguardar memória e esquecimento, conhecimento e sensibilidade humana como potências arrebatadoras para a preservação do bem-estar e a saúde social.

Luiz Palma, nosso primeiro convidado, é psicólogo social e artista plástico. Doutor e Mestre em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2013 e 1999, respectivamente). Ex-dirigente da Escola Nacional de Administração Pública – ENAP e ex-diretor da Escola de Sociologia e Política de São Paulo – ESP. Fez parte do quadro técnico da FUNDAP/SP durante três décadas. Atualmente exerce funções técnicas na Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo/UPPM. Criador do Astrolábio (www.astrolabio.art.br), é autor de “Arte e psique: um poder sem majestade”, publicado pela Editora Escuta (2019).

Para acessar este e outros artigos do SISEM-SP, clique aqui.

Davidson Kaseker, diretor do GTC SISEM-SP