Arte milenar da cerâmica é destaque no Museu Municipal

A fim de homenagear os operários das indústrias de louças e porcelanas, a Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul irá promover, por meio do Museu Histórico Municipal (Rua Maximiliano Lorenzini, 122, Bairro da Fundação), e em parceria com a Cerâmica Toyoda, a exposição Arte sobre louças e porcelanas a partir do dia 29 (quarta-feira).

Cerca de 300 peças entre pratos, azulejos, estatuetas, painéis, vasos e bules, feitas com dedicação, firmeza e precisão, poderão ser apreciadas pelo público. Entre os itens que serão expostos chama a atenção um painel de azulejo do bandeirante Fernão Dias Paes Leme, produzido no ano de 1946 pelo ceramista Jayme da Costa Patrão.

A indústria da cerâmica foi a primeira atividade econômica de São Caetano, quando este ainda era Núcleo Colonial, e contribuiu expressivamente para o progresso da cidade. O município chegou a ter vários milhares de trabalhadores nesta área que produziam, desde simples tijolos, até utensílios domésticos, azulejos, cerâmica artística, pisos, pastilhas, entre outros.

A exposição seguirá em cartaz até 26 de março. A visitação é livre e gratuita e pode ser feita de segunda a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4229-1988.

arte milenar porcelana

Mais de 300 itens irão compor a exposição Arte sobre louças e porcelanas no Museu Histórico Municipal (Crédito: Divulgação/FPM)

Fonte: Fundação Pró-Memória/Marília Tiveron