Abertas as inscrições para o curso sobre acessibilidade cultural da arquiteta Silvia Arruda no Instituto Casa Vilanova Artigas

Aulas acontecerão aos sábados, com módulos teóricos e práticos

Ainda dá tempo de se inscrever para o curso “Acessibilidade cultural – modos de fazer uma exposição inclusiva”, no museu Instituto Casa Vilanova Artigas, em São Paulo.

Com aulas nos dias 08, 15 e 29 de fevereiro e 7 de março, das 09h30 às 12h30, o curso, ministrado pela arquiteta Silvia Arruda, originou-se da ideia de que é necessário pensar projetos que incluam todos os indivíduos. Pessoas com e sem deficiência de todas as idades, gêneros, classes sociais e culturas podem fruir dos espaços culturais públicos e privados através do desenho universal das exposições, seus artefatos e tecnologias assistivas.

Trata-se de um curso com ferramentas históricas, normativas, estudos de casos e muita prática, composto por quatro módulos de três horas cada (com intervalo), aos sábados, destacando sempre o olhar sobre a diversidade, ergonomia e acesso a todos os públicos.

O módulo 1 se inicia com roda de conversas, visita com sensibilização espacial e sensorial no próprio espaço da Casa Artigas, breve história das exposições e noções de desenho universal. A partir das observações dos alunos baseadas na visita realizada no módulo 1, no segundo, serão apresentadas boas práticas no Brasil e no mundo, além da apresentação de normas e do artigo “Uma análise da norma atualizada NBR 9050:2015 com vistas à Acessibilidade em exposições”, de autoria da própria palestrante. O módulo três, de visita técnica, será um encontro em um espaço cultural a ser definido para fruição de uma visita a um local projetado com acessibilidade. O quarto e último módulo, de exercício prático, será a criação de uma exposição através de um olhar multidisciplinar. Conclusões, bibliografia e roda de conversas de encerramento.

O investimento é de Investimento: R$ 385,00 via depósito/débito à vista ou em até três parcelas no cartão de crédito.

Facilitadora

Sílvia Arruda é arquiteta há 37 anos (FAU Santos). Tem especialização em curadoria pela FASM e acessibilidade pelo MAE USP e SMPED, com ênfase em expografia acessível. Participa dos grupos de pesquisa REM (Rede de Educadores em Museus SP) e GEPAM (Grupo de Estudos e Pesquisa de Acessibilidade em Museus-USP). É mãe da Raquel, de 27 anos, cadeirante e blogueira.

SERVIÇO

Curso “Acessibilidade cultural – modos de fazer uma exposição inclusiva”

Dias: 08, 15 e 29 de fevereiro e 7 de março, das 09h30 às 12h30

Instituto Casa Vilanova Artigas

Rua Barão de Jaceguai, 1151, Campo Belo, São Paulo/SP

Carga Horária: 12 horas

Público-alvo: arquitetos, fotógrafos, artistas plásticos, produtores culturais.

Inscrições e mais informações: silvia.arruda@terra.com.br

Investimento: R$ 385,00.

Fonte: Silvia Arruda