Oficina Pesquisando Documentos de Família integrou a 2ª Semana do Imigrante da Casa da Memória Italiana

Atividade gratuita foi ministrada por pesquisador do Museu da Imigração

Em 21 de fevereiro, comemorou-se o Dia Nacional do Imigrante Italiano e para celebrar e homenagear esse importante personagem da história brasileira, a Casa da Memória Italiana, em Ribeirão Preto (SP), realizou a 2ª Semana do Imigrante Italiano entre os dias 18 e 20 de fevereiro.

Uma das atividades foi a oficina “Pesquisando Documentos de Família”, realizada em 19 de fevereiro, a partir das 14h, com Henrique Trindade Abreu, graduado em História (USP) e pesquisador do Museu da Imigração.

A atividade teve como proposta mostrar quais são os caminhos mais eficientes na busca por esse tipo de documentação. Também foram discutidos aspectos históricos da imigração para o Brasil, apresentadas algumas fontes de pesquisa nacionais e do exterior e analisadas diversas metodologias.

A programação da Semana incluiu ainda outras atividades culturais gratuitas, como exposição, apresentação musical e exibição de filme.

No dia 18 de fevereiro, aconteceu a abertura da exposição itinerante “Imigrantes do Café”, que exibiu o cruzamento da história da imigração e do café no Brasil, entre o fim do século XIX e começo do XX, além do percurso do imigrante e seu envolvimento com o grão desde o desembarque no porto de Santos até o consumo diário.

Também apresentou a história do café em Ribeirão Preto e um recorte histórico dos italianos que foram para a região. Essa narrativa foi descrita por objetos, móveis e arquivos do Museu Histórico e do Café da cidade. A exposição foi uma parceria entre o Museu da Imigração (São Paulo) e Museu do Café (Santos) com o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e pode ser visitada até 30 de abril.

No mesmo dia houve a apresentação do Coro Memorie d’Itália que entoou canções que falam sobre encontros e despedidas, alegrias e tristezas, amor e fé. No repertório, destaque para “La Merica”, “Italia bella mostrati gentile” e “Viene sul mar”.

As comemorações foram encerradas com a exibição do Cine Memória Itália, com a apresentação do filme: “Bom Dia, Babilônia”, dos diretores italianos Vittorio Taviani e Paolo Taviani. O longa de 1987 é uma poética homenagem aos ofícios de emigrantes italianos e conta a história de dois irmãos que saem da Toscana rumo à América e desembarcam em Hollywood, onde começam um novo trabalho. O destino deles é redirecionado quando inicia a Primeira Guerra e eles lutam em lados opostos.

Fonte: Casa da Memória Italiana