A Virada Cultural Paulista 2012 vem aí! Confira a programação prévia

Ky-Mani Marley, Fernando Ferrer, Arto Lindsay, Cibelle, Ceumar, Nando Reis, Emicida, Gaby Amarantos, Titãs, Ultraje a Rigor, Roberta Sá e Gal Costa são alguns dos artistas presentes na Virada Cultural Paulista. DJs, espetáculos de circo, dança e teatro também fazem parte da programação

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, realiza pelo sexto ano consecutivo, nos dias 19 e 20 de maio, a Virada Cultural Paulista. Como nas edições anteriores, grandes nomes da cena nacional e artistas internacionais marcam presença na programação, que reúne cerca de mil atrações.  
 
A Virada Cultural Paulista 2012 será realizada em 27 cidades do Estado: Americana, Araçatuba, Araraquara, Assis, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, Santo André, São Caetano do Sul, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.
 
Para o Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo, a Virada já se consolidou como o maior evento do calendário cultural paulista. “Ao promover uma maratona de atividades e espetáculos com entrada franca, em 27 cidades, a Secretaria reforça sua missão de levar cultura de qualidade a quem não tem acesso, seja pela distância dos grandes centros, seja por razões financeiras”, diz Matarazzo.
 
Uma novidade desta edição é a participação das cidades de Santo André, São Caetano do Sul e Diadema em caráter regional, numa parceria firmada entre a Secretaria de Estado e o Consórcio Intermunicipal Grande ABC, composto por 7 cidades da região: São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá, Santo André, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Diadema.
 
Na programação de 2012, destaque para nomes consagrados da música brasileira como Dominguinhos, Luiz Melodia, Zélia Duncan, Lobão, Ultraje a Rigor, Titãs e Pitty com o projeto Agridoce em parceria com o guitarrista Martin. Também artistas que participam pela primeira vez da Virada: Gal Costa, com o novo show Recanto, Nando Reis, Emicida, Gaby Amarantos, Planta e Raiz, Fernanda Abreu e Roberta Sá. Além de jovens talentos como Filipe Catto, Fepa, Letuce, Daniel Gonzaga, Marcelo Jeneci, Thiago Pethit, Mariana Aydar, Gabriel Sater e Karina Buhr, Tulipa Ruiz, Nina Becker e 5 à Seco.
 
Como na edição passada, a Secretaria de Estado da Cultura traz artistas estrangeiros. Para este ano, a Virada conta com shows de Ky- Mani Marley e Fernando Ferrer, além de Arto Lindsay, que participa do show da paulistana Cibelle, destaque no exterior. Outra artista brasileira com carreira internacional, que vive atualmente na Holanda, é Ceumar.
 
A Virada terá ainda uma intensa programação de espetáculos de teatro, com peças como RJ de Shakespeare – Juventude Interrompida, com direção do carioca João Fonseca em São João da Boa Vista; Alguns Blues do Tennesse, do Grupo Tapa em Indaiatuba; O Bosque, dirigido pelo italiano Alvise Camozzi em Mogi das Cruzes; Alguém Acaba de Morrer Lá Fora, com Lucélia Santos no elenco dirigida por seu filho Pedro Neschling, em Santa Bárbara D’Oeste; e espetáculos de dança, performances e intervenções, stand up comedy, circo e cultura popular.
 
O SESC São Paulo, como nas edições anteriores, é parceiro do evento, desenvolvendo uma série de atividades em suas unidades do interior e litoral. Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo, reforça que a participação do SESC na Virada Cultural Paulista constitui “um alinhamento com os objetivos de se proporcionar o acesso da população aos bens culturais, além de ampliar o raio de ação e de experiências do SESC, fortalecendo os vínculos com o público de diferentes regiões do Estado e as parcerias institucionais”.
 
Programação
 
Para a sexta edição da Virada, a Secretaria traz o reggae jamaicano e a salsa cubana nas atrações internacionais. Ky-Mani Marley, cantor e compositor de reggae na Jamaica e um dos filhos de Bob Marley, faz show em Americana e Santos, e o cubano Fernando Ferrer leva o melhor da salsa para as cidades de Mogi Guaçu e Barretos.
 
Entre os destaques da música brasileira, que vivem atualmente no exterior, estão as cantoras Cibelle e Ceumar. Com uma performance que mistura influências punks e tropicalistas, mas também de estilos como folk, pop e indie, a paulistana Cibelle é destaque no exterior. Nos shows da Virada em Sorocaba e Franca, Cibelle dividirá o palco com um convidado especial, o guitarrista e cantor americano Arto Lindsay. A cantora mineira Ceumar radicada na Holanda contará com a participação da baixista Lelena Anhaia e da percussionista Simone Soul em Assis e Marília.
 
Jovens artistas têm espaço garantido na programação da Virada. Estão confirmados shows de Filipe Catto em Santos e São Carlos. O multiinstrumentista Marcelo Jeneci que se apresenta em São João da Boa Vista e Piracicaba. Daniel Gonzaga, filho do compositor Gonzaguinha, leva suas letras ácidas e o ritmo inconfundível do Rei do Baião para as cidades de Piracicaba e Indaiatuba.
 
Dentre os espetáculos de dança, a São Paulo Companhia de Dança leva suas sapatilhas para Santo André; a Cia Nova Dança 4, dirigida por Cristiane Paoli Quito, apresenta em Santos o espetáculo O Beijo, em comemoração ao centenário de Nelson Rodrigues. O público de Araraquara poderá curtir Diálogo entre Música e Dança, espetáculo fruto da parceria do pianista Benjamim Taubkin com a bailarina e coreógrafa Morena Nascimento, que já integrou a companhia da coreógrafa alemã Pina Bausch.
 
E a carioca Focus Cia. De Dança apresentará, em Piracicaba, seu novo espetáculo As Canções que Você Dançou Pra Mim, inspirado nas músicas do cantor e compositor Roberto Carlos.
 
A programação paralela dos municípios e as atividades do SESC estão sendo definidas.
 
Histórico
 
Inspirada na Virada Cultural da capital, a Virada Cultural Paulista não para de crescer desde sua primeira edição em 2007. Naquele ano foram 200 atrações em 10 cidades e o público chegou a 200 mil pessoas. Em 2008 foram 476 atrações, atingindo um público de mais de 738 mil pessoas. Em 2009, a Virada contou com 560 atrações e levou 1 milhão de pessoas para as ruas. Em 2010 chegou a 1,5 milhão. E em 2011, mais de 1.000 atrações contaram com um público de 1,7 milhão de pessoas.
 
 
 
Fonte: Assessoria de imprensa – SEC