21 de abril: Dia Mundial da Criatividade e Inovação

Sabia que além de ser o Dia de Tiradentes, 21 de abril também é a data em que se celebra o Dia Mundial da Criatividade e Inovação? O World Creativity Day é uma iniciativa global liderada pela World Creativity Organization, idealizada em 2014 pelo brasileiro Lucas Foster, referência internacional em Economia Criativa.

A partir de 2017, a Organização das Nações Unidas incluiu o Dia Mundial da Criatividade e Inovação em seu calendário oficial e, desde então, o festival passou a ser celebrado em 21 de abril. Essa decisão teve o intuito de destacar que a prática das duas palavras – criatividade e inovação – pode auxiliar na solução de problemas no âmbito do desenvolvimento social, econômico e sustentável.

No cenário atual de pandemia, a criatividade e inovação são recursos ao alcance dos museus como alternativa para diversificar suas fontes de recursos e garantir sua sustentabilidade econômica e produtividade cultural.

Uma delas é o financiamento coletivo (crowdfunding), captação de fundos para iniciativas de interesse coletivo por meio de diversas fontes vindas de pessoas físicas ou jurídicas. É uma espécie de “vaquinha”, porém mais elaborada, com destaque para o potencial do projeto a ser financiado e o retorno positivo que sua viabilização traz para a sociedade.

É por meio desse recurso que vários projetos saíram do papel e se tornaram realidade, como o audioguia Mulheres do Futebol, resultado da campanha de financiamento coletivo Minha Voz faz História, projeto do Museu do Futebol selecionado pelo Programa Matchfunding BNDES+.

Com o apoio de 343 benfeitores, foram arrecadados quase R$ 100 mil para a elaboração do material que reúne cem anos de histórias das mulheres do futebol brasileiro. O audioguia tem lançamento marcado para o dia 27 de abril e será disponibilizado para a visitação ao Museu, como uma camada nova de conteúdo, mas também nas plataformas digitais para que as histórias possam ser conhecidas e utilizadas em ações educativas em todo o país.

Recentemente, o Museu de Arte Sacra (MASS) de Santos lançou uma vaquinha on-line para arrecadar fundos e manter suas portas abertas. A meta é angariar R$ 30 mil, para colaborar, clique aqui. O MASS é um dos mais importantes museus do Brasil nesse segmento, com acervo que reúne mais de 600 peças sacras e religiosas de cunho erudito e popular, datadas entre o século XVI e XXI, entre esculturas, pinturas, objetos litúrgicos e indumentárias.

“A campanha foi lançada por conta da necessidade de arrecadarmos fundos para o custeio e manutenção do museu. A pandemia, o longo período em que a instituição ficou fechada resultou em muitas dificuldades, inclusive, para nossos mantenedores, que também passam por um momento delicado para sua própria manutenção. Além da vaquinha, estudamos outras alternativas para angariar fundos como a realização de um bazar, de rifas, tudo para vencermos essa etapa complicada que vivenciamos”, afirma Acácio Egas, administrador do MASS.

Em setembro de 2020, a Comunidade Cultural Quilombaque realizou a campanha de financiamento coletivo #FicaQuilombaque para garantir a permanência de sua sede no espaço construído há 15 anos, no bairro Perus, em São Paulo. No local são realizados diversos trabalhos de promoção à cultura junto à comunidade. O imóvel da sede era alugado e foi colocado à venda por R$ 300 mil, valor da meta da campanha que, em três meses, arrecadou R$ 302.160, 52.

Para que as memórias e tradições permaneçam vivas, no ano passado, o Museu da Pessoa, a Rádio Yandê e Ailton Krenak fizeram uma campanha de arrecadação para realizar uma formação virtual em memória e mídias para que jovens das comunidades originárias registrem as histórias de vida de seus anciãos e anciãs e preservem as narrativas de vida do seu povo. O financiamento coletivo tinha como meta arrecadar o valor de R$ 88.600 e superou essa marca arrecadando R$ 92.277,00.

O Museu Ema Klabin também fez uma campanha de arrecadação para digitalizar sua coleção. O objetivo era ampliar o acesso ao conjunto de obras de artes visuais da coleção, que abrange mais de 17 séculos de história. A meta era angariar R$ 199.500 e teve seu valor superado, totalizando R$ 303.880,00.

Fomento

Uma das cinco principais linhas de ação do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, é o Fomento. Destaque ao apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC) para o lançamento de editais voltados à área.

Em 2020, o ProAC Expresso 2020  teve dois editais específicos para o setor: nº 13/2020 de Modernização de museus, arquivos e acervos paulistas e nº 14/2020 de Registro inédito e licenciamento de conteúdo para visitação on-line a museus, arquivos e acervos (#CulturaEmCasa), com valor total de R$ 2,9 milhões e 33 propostas contempladas.

Com a instalação da crise em virtude da pandemia de Covid-19 foi criada a Lei Aldir Blanc (LAB) e uma de suas frentes foi a seleção de projetos dos editais ProAC Expresso LAB. Foram criadas 25 linhas para todas as áreas do segmento de cultura e criativo. Para o setor museológico foi destinada a linha “Prêmio por Histórico de Museus de São Paulo”, que contemplou 22 projetos e disponibilizou R$ 40 mil para cada selecionado.

Durante todo o processo de realização dos concursos ProAC Expresso 2020 e ProAC Expresso Lab, o SISEM-SP deu continuidade ao seu trabalho de fomentar o setor e incentivar as inscrições de museus e profissionais para os editais específicos da área e também para outros não direcionados, cujo perfil permitia a proposta de projetos.

Além de publicar matérias diversas sobre vários pontos dos editais e divulgar essas informações em suas redes sociais, o SISEM-SP realizou lives em seu canal no Youtube para tirar dúvidas sobre os editais do ProAC e da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Atualmente, dá continuidade ao Mutirão Museológico iniciado no ano passado, no Vale do Paranapanema. Para saber mais sobre esta ação, clique aqui.

4ª edição do World Creativity Day

Em 2021, devido a pandemia, a quarta edição do World Creativity Day será realizada de forma virtual, pelo segundo ano consecutivo, com uma programação especial com a oferta de atividades produzidas por inspiradores e especialistas, com a missão de acelerar a revolução da aprendizagem e garantir que milhares de pessoas possam desenvolver novas habilidades, com foco em empregabilidade e geração de renda, contribuindo para reduzir os danos e prejuízos causados pela pandemia.

O World Creativity Day é o maior festival colaborativo de criatividade do mundo e acontece nos dias 21 e 22 de Abril em diversas cidades ao redor do mundo. Faça parte e comece a revolução criativa na sua cidade, saiba mais: https://www.worldcreativityday.com/brazil.

Fonte: SISEM-SP