10 Museus brasileiros para colocar na lista de viagem

Museu Imperial, Pinacoteca de São Paulo, Inhotim. Confira 10 museus brasileiros para incluir no seu próximo roteiro de viagem

O Instituto Inhotim (MG) é considerado o maior museu de arte comtemporânea a céu aberto do mundo

1

Coleções históricas, obras de arte famosas, arquitetura e riqueza cultural de um lugar são alguns dos motivos que levam tantos turistas a visitar os acervos de milhares de museus espalhados pelo mundo. Mas não é preciso viajar ao exterior para conhecer museus incríveis, como os famosos espaços culturais de Londres ou Paris, por exemplo.

O Brasil tem mais de 3 mil instituições museológicas, incluindo o Instituto Inhotim, em Minas Gerais, o Museu Imperial, na cidade serrana fluminense de Petrópolis, e o surpreendente Intituto Ricardo Brennand, uma das atrações imperdíveis do Recife, a capital pernambucana.

Para inspirar a sua próxima viagem, selecionamos 10 museus brasileiros para você conhecer um dia. Confira!

Museu Imperial (Petrópolis, RJ) – Construído entre 1845 e 1862 para ser a residência de verão de D. Pedro II, o edifício do Palácio Imperial abriga um dos museus mais visitados do país. O principal e mais abrangente acervo da monarquia conta com mais de3 300 mil intens, incluindo peças valiosas como a coroa de D. Pedro II e a pena de ouro usada pela Princesa Isabel para assinar a Lei Áurea, em 1888. Ao longo da visita, o público pode conferir outras preciosidades como fotos e documentos históricos, medalhas, joias, indumentárias e os móveis originais da época.

Fachada do Museu Imperial, em Petrópolis, cidade serrana do estado do Rio de Janeiro

2

Museu da Tam (São Carlos, SP) – O maior museu de aviação do mundo mantido por uma companhia aérea privada nasceu do sonho dos irmãos Rolim e João Francisco Amaro, que queriam um espaço para preservar a história da aviação para as gerações futuras. Ocupando uma antiga fábrica de tratores, no município de São Carlos, o museu exibe mais de 70 aeronaves históricas, entre aviões antigos da própria empresa, jatos, caças e réplicas do 14 Bis e Demoiselle, de Santos Dumont. No local, os visitantes podem se divertir com um simulador de voo, conhecer a trajetória da companhia e de seu fundador e ainda conferir uma mostra que reúne a evolução dos uniformes dos funcionários de empresas aéreas ao redor do mundo.

O Museu da TAM, em São Carlos, tem mais de 70 aeronaves em exposição

 3

Museu da Gente Sergipana (Aracaju, SE) – Com a concepção artística de Marcello Dantas, também responsável pelo projeto do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, este espaço cultural da capital sergipana apresenta em seu acervo os elementos mais símbolicos da identidade cultural do estado. Com muita tecnologia e interatividade, o museu exibe, por exemplo, a diversidade da fauna e flora, as festas populares, personagens, pratos típicos e coleções relacionadas ao folclore. E o melhor: a entrada é gratuita para todos os visitantes!

O Museu da Gente Sergipana mostra a identidade cultural do estado do Sergipe

4

Pinacoteca do Estado de São Paulo (São Paulo, SP) – Projetado no final do século 19 pelo arquiteto Ramos de Azevedo, o edifício de tijolinhos aparentes abriga um dos museus de arte mais importantes do país e o primeiro a ser criado em São Paulo. São mais de 9 mil obras, com foco na produção artística brasileira do século 19 até os dias de hoje. Os quadros “Tropical”, de Anita Malfatti, “Caipira Picando Fumo”, de Almeida Júnior, e “Mestiço”, de Candido Portinari, são alguns dos principais itens do acervo. A Estação Pinacoteca, que ocupa uma construção antiga do Largo General Osório, foi incorporada ao museu em 2004 para receber exposições temporárias.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo foi o primeiro museu de arte da capital paulista

 5

Inhotim (Brumadinho, MG) – Localizado a 60 quilômetros de Belo Horizonte, no município mineiro de Brumadinho, o Instituto Inhotim é considerado o maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo. Desde a abertura ao público em 2006, a área já recebeu mais de 1 milhão de visitantes. O acervo conta com pinturas, desenhos, esculturas, fotografias e instalações de mais de cem artistas, entre brasileiros e estrangeiros de 30 países diferentes. Outra atração de Inhotim é a coleção botânica, com mais de 5 mil espécies de plantas, jardins e espaços que recriam os ambientes da Floresta Amazônica e da Mata Atlântica.

Sonic Pavilion, uma das atrações do Instituto Inhotim, em Minas Gerais

6

 Museu da Língua Portuguesa (São Paulo, SP) – Neste museu, um dos mais visitados do país, recursos de interatividade e tecnologia são responsáveis por apresentar os conteúdos relacionados à nossa Língua. Entre as atrações estão vídeos que contam a história do idioma, totens que mostram as influências das Línguas e dos povos que contribuíram para formar o Português falado no Brasil, os sotaques, além de jogos eletrônicos sobre a origem e o significado das palavras.

O Museu da Língua Portuguesa está entre os mais visitados do Brasil

7

Instituto Ricardo Brennand (Recife, PE) – Grande colecionador de obras de arte, o pernambucano Ricardo Brennand resolveu fundar, em 2002, um instituto para abrigar sua coleção pessoa que abrange as mais diferentes épocas e procedências. Com áreas verdes e construções em estilo medieval, o lugar tem três edifícios principais: a Pinacoteca, com obras do período colonial e Brasil Holandês; uma galeria para eventos e exposições temporárias; e o Museu de Armas Castelo São João, que conta com um dos maiores acervos de armas brancas do mundo – incluindo punhais, estiletes, espadas, clavas, maças e alabardas do século 15 aos dias de hoje.

O Instituto Ricardo Brennand, no Recife, não pode ficar de fora do roteiro

88

 

Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ) – Os primeiros itens da coleção do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) vieram junto com a corte portuguesa, em 1808. Posteriormente, o rico acervo ganhou a companhia de importantes obras do século 19. Atualmente o museu exibe mais de 70 mil peças valiosas, incluindo pinturas, esculturas, instalações, desenhos, gravuras, fotografias e mobiliário. Entre os destaques estão o quadro Batalha dos Guararapes, de Vitor Meireles, e A Batalha do Avaí, de Pedro américo.

Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro

99

Museu Oscar Nieymeyer (Curitiba, PR) – Popularmente chamado de “Museu do Olho”, o moderno Museu Oscar Niemeyer é um espaço cultural com mais de 12 anos de atividades. O museu já realizou mais de 270 mostras nacionais e internacionais, atraindo cerca de 300 mil visitantes ao ano. No acervo, estão mais de oito mil publicações e 3,3 mil peças, com destaque para obras de artistas paranaenses e grandes nomes brasileiros, como Tarsila do Amaral, Cândido Portinari e o próprio Oscar Niemeyer. Além das salas expositivas, o complexo possui ainda um miniauditório, café, espaço de eventos e lojinha com produtos personalizados.

 Museu Oscar Nieymeyer, uma das atrações imperdíveis de Curitiba

100
Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS (Porto Alegre, RS) – O museu gaúcho tem o propósito de difundir o conhecimento por meio de conceitos e experiências de química, física, matemática e arqueologia. Tudo por lá é feito de uma maneira lúdica e interativa para que o visitante possa aprender brincando. Além da coleção de fósseis e peças de escavações, o museu tem aparelhos curiosos, como o “Giroscópio Humano”, uma engenhoca utilizada no treinamento de astronautas.

O Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS envolve ciência, interatividade e conhecimento 

11

Fonte: Pure Viagem